segunda-feira, 14 de julho de 2008

Mais do mesmo...


Mais um final de semana se foi. Este foi "especial". É! Porque fiz aniversário no domingo, só por isso. Pra mim, nada de especial, principalmente neste ano que, sinceramente, eu não via motivos pra comemorar. Até porque o único presente que me era bem vindo era não estar presente.
As vezes durante a nossa vida representamos papéis bem diferentes em certas ocasiões. Papel de filha, de mãe, de amiga, de vizinha, de líder, de profissonal, em fim... Infinitos papéis sociais que representamos ao estabelecer relações com o mundo, na sua forma mais extensa.
Mas existem determinadas situações que nos desafiam. Interpretar é uma ação que estabelece uma forma de comunicação entre duas entidades que não usam o mesmo código. E vai bem além disso, porque nossa mente trabalha para que a atuação aconteça. Precisamos passar uma emoção não natural. E nessa experiência podemos descobrir um sentido ou um significado diferente de algo, geralmente fruto da ação humana.
Eu não tenho muito a falar sobre o meu final de semana. Sábado foi um dia muito ambíguo. Coisas boas e ruins aconteceram. Eu estava triste, desanimada, decepcionada comigo mesma e com situações que estão me cercando por todos os lados, cada vez menos eu vejo saída. Mas o dia foi salvo por um encontro muito casual.
Assim que entrei no Shopping dei de cara com a Lívia, uma grande amiga da faculdade. Nossa, estavamos marcando este encontro há tempos... e aconteceu assim, ao acaso (ou não). Foi maravilhoso, passamos a tarde conversando, ela nem sabe que foi o "cordeiro sacrificado", porque literalmente salvou o meu dia. E não foi pelo presente não... rsrs
Domingo foi um dia, com a cara que eu imaginava que ele teria. Aqueles telefonemas básicos de parabéns, alguns recadinhos por e-mail e msn, foram a força pra não desmoronar de vez.
Um almoço em família típico de um dia de domingo, mais a Renatinha e a Jeanne que vieram passar comigo, esta data tão... tão... aff
Mas como as vezes a vida imita a arte, eu merecereria um Oscar!! kkkk
Agradeço muito a Deus, mais uma vez, pela minha MÃE, que fez de tudo para que fosse um dia feliz. Passeamos no Shopping, fizemos compras, ela me acordou com uma linda cesta de café da manhã. Me deu muitos conselhos, e eu os cumpri como ela pediu. Só que interpretar não é o meu forte, logo a máscara cái e eu corro pra cá, pra desabafar, porque não tenho outra forma de fazer. Trsite porque meu presente não chegou. Triste por ter que ser quem eu não sou no dia que eu "me" comemoro. Decepcionada com a vida que levo, com as escolhas que fiz... Resumindo, este não foi um bom aniversário. Mas vamos ver por um lado bom, isso quer dizer que o próximo tem tudo pra ser melhor, porque pior do que esse, impossível.


Um Beijo muitíssimo especial aos amigos que lembraram do meu níver...
Fabhy * Debinha * Kelzinha * Gil * Rodrigo
Henrique * AC * Marcinho * Walter * Nívea
Eu amo vocês!!

E agora, com vinte e seis aninhos, a vida segue, da mesma forma...
P.e.a.c.e

2 comentários:

Kelzinha disse...

Hummm...vc como sempre,cheia dos mistérios. Queria ficar mais ao lado para dar colo e saber como ajudá-la!Te amo,xuxuzinha!Bjos

Reizinho disse...

Poxa criança, a Kelzinha está querendo tomar meu lugar kkkkkkkk
Impressionante é que eu tenha uma certeza quase que absoluta de que já te disse algo muito parecido.

Um enorme beijo no seu coraçãozinho e Paz!!!

SABE DA ÚLTIMA!?

SABE DA ÚLTIMA!?
A Fadinha deseja um Ótimo 2011

†.••๋°●Gιℓ●°•๋•.†

Clara [Casimiro de Abreu]
Não sabes, Clara, que pena eu teria se — morena tu fosses em vez de clara!
Talvez... quem sabe... não digo... mas refletindo comigo talvez nem tanto te amara!
A tua cor é mimosa, brilha mais da face a rosa tem mais graça a boca breve.
O teu sorriso é delírio...
És alva da cor do lírio, és clara da cor da neve!
A morena é predileta, mas a clara é do poeta: assim se pintam arcanjos.
Qualquer, encantos encerra, mas a morena é da terra enquanto a clara é dos anjos!
Mulher morena é ardente: prende o amante demente
nos fios do seu cabelo; — A clara é sempre mais fria,
mas dá-me licença um dia que eu vou arder no teu gelo!
A cor morena é bonita, mas nada, nada te imita nem mesmo sequer de leve. — O teu sorriso é delírio...
És alva da cor do lírio, és clara da cor da neve!

☺ VOLTE SEMPRE!! ☻

☺ VOLTE SEMPRE!! ☻
Obrigαdα pєlα visitiиhα!!