quarta-feira, 16 de julho de 2008

Não é quє єu sєja quiєta...


É que eu espero um tempo antes de falar,
pra saber se a outra pessoa é digna de conversa.

Não é quє єu sєja quiєta, mas é impossível argumentar contra um ignorante sobre sua ignorância.

Não é quє єu sєja quiєta, mas é que
é tanta gente falando dentro e fora de mim...

Não é quє єu sєja quiєta, sua presença me impressiona...
e qualquer palavra, pra mim, é menor.

Não é quє єu sєja quiєta, é que falo sem voz.

Não é quє єu sєja quiєta, porque falar, as vezes, atrapalha o beijo...


Que frio é esse que invade o Rio de Janeiro?! Madrugada de 10ºC minha gente!!
Mas vamos nessa... rsrs
P.e.a.c.e

2 comentários:

André JJRastero disse...

Olha Aqui o Psicólouca, você tem muito mais criatividade (e paciência) do que eu. Continue inventando.
Obrigado por ser minha crítica literária... hehehe...
Besos, fique com Deus e Feliz Dia do Amigo Atrasado.

Felipe disse...

Nhaimmm!rs...

Saudades de você carioquinhaaaa!

Beijão do "seu" capixaba!!


Beijos!!

SABE DA ÚLTIMA!?

SABE DA ÚLTIMA!?
A Fadinha deseja um Ótimo 2011

†.••๋°●Gιℓ●°•๋•.†

Clara [Casimiro de Abreu]
Não sabes, Clara, que pena eu teria se — morena tu fosses em vez de clara!
Talvez... quem sabe... não digo... mas refletindo comigo talvez nem tanto te amara!
A tua cor é mimosa, brilha mais da face a rosa tem mais graça a boca breve.
O teu sorriso é delírio...
És alva da cor do lírio, és clara da cor da neve!
A morena é predileta, mas a clara é do poeta: assim se pintam arcanjos.
Qualquer, encantos encerra, mas a morena é da terra enquanto a clara é dos anjos!
Mulher morena é ardente: prende o amante demente
nos fios do seu cabelo; — A clara é sempre mais fria,
mas dá-me licença um dia que eu vou arder no teu gelo!
A cor morena é bonita, mas nada, nada te imita nem mesmo sequer de leve. — O teu sorriso é delírio...
És alva da cor do lírio, és clara da cor da neve!

☺ VOLTE SEMPRE!! ☻

☺ VOLTE SEMPRE!! ☻
Obrigαdα pєlα visitiиhα!!